Ateliê de Ai Weiwei é demolido na China sem aviso prévio

0

A destruição do galpão, em Pequim, começou na última sexta-feira, dia 3 de agosto

O ativista e artista Ai Weiwei informou em suas redes sociais que as autoridades da China demoliram as estruturas do seu ateliê em Pequim.

De acordo com o artista, que é conhecido por suas frequentes críticas ao governo do país, a demolição do local começou sem aviso prévio. O vídeo que Weiwei postou em seu Instagram mostra uma escavadeira destruindo as estruturas do galpão.

Demolition of the studio starts now.2:00 Beijing time.

A post shared by Ai Weiwei (@aiww) on

“Eles começaram a demolir meu estúdio ‘Zuoyou’ em Pequim sem precaução”, escreveu o artista.

O artista conceitual disse que o prédio, uma antiga fábrica em estilo germânico, era seu principal estúdio desde 2006. O vídeo mostra caixas de madeira e tábuas dentro do prédio.

O ateliê está localizado na região nordeste da capital chinesa e, desde 2006, foi o principal local de trabalho de Weiwei, embora nos últimos anos o artista tenha vivido principalmente na Europa. O contrato de aluguel do espaço expirou no final 2017, porém havia ainda uma grande quantidade de objetos armazenados no ateliê. As escavadeiras, no entanto, começaram a trabalhar sem avisar com antecedência.

Works created at my Zuoyou studio in Beijing. Stools, 2013

A post shared by Ai Weiwei (@aiww) on

Perto do galpão demolido era possível observar restos de obras do artista entre os escombros. O estúdio de Weiwei dominava um complexo industrial, onde outros edifícios construídos nas décadas de 1960 e 1970 já estavam em ruínas. As autoridades chinesas vêm destruindo galpões e edifícios desde o ano passado, como parte de um projeto de segurança estabelecido pelo governo do país.

Ai Weiwei, que denunciou violações dos direitos humanos e corrupção no poder chinês, permaneceu detido por 81 dias em 2011, por acusações de evasão fiscal. A prisão gerou uma onda de indignação em todo o mundo. Seu passaporte foi confiscado por quatro anos; o artista se mudou para Berlim assim que o documento foi devolvido, em 2015. Weiwei ajudou a projetar o Estádio Olímpico Ninho de Pássaro para os Jogos de Pequim de 2008, mas a crítica do artista à liderança chinesa o tornou um desafeto por parte do governo.

Share.

Leave A Reply